Skip to main content

Posts

Showing posts from December, 2013

Resenha: "Introdução à Filosofia Liberal" de Roque Spencer Maciel de Barros

O boom de publicações de autores liberais e conservadores no mercado editoral brasileiro é notável. Eles sempre marcaram presença, mas algo no ar faz com que tais publicações tenham o caráter de ponto fora da curva, algo que não será debatido aqui. Circulando por sebos aqui e acolá encontrei a obra "Introdução a Filosofia Liberal" de Roque Spencer Maciel de Barros (1927-1999). Roque Spencer, foi professor livre docente de História e Filosofia da Educação na Universidade de São Paulo, fez defesa da escola pública universal, e publicou vários livros em defesa do liberalismo e contra o totalitarismo. A obra de 1971 é um verdadeiro manual didático para quem deseja iniciar-se ao pensamento liberal. Está dividida em duas partes, uma primeira, em que traça um perfil cronológico dos principais pensadores liberais e uma segunda em que apresenta ensaios sobre temas conteporâneos. Iniciando pelo chamado liberalismo clássico, que está ligado à nova concepção do mundo que se apresenta a…

Fim da doação de campanhas por empresas, rota do totalitarismo e hegemonia.

Já alertei em texto passado os perigos do financiamento público de campanhas políticas. É um projeto totalitário que visa deixar na mão dos donos do poder a divisão do dinheiro para campanhas políticas. Além, é claro, de ser facilitador da hegemonia, pois quem tem a maior representação tende a receber maior verba para financiamento. O atual questionamento sobre a inconstitucionalidade da doação de empresas que a OAB fez ao STF, e que está sendo julgado, fundamenta-se, entre outros argumentos, numa pesquisa que a OAB realizou neste ano mesmo. Pesquisa esta, que eu também dissequei a manipulação das perguntas para obter o resultado esperado.
Eu já estava preocupado com o fim da doação de empresas para campanhas políticas, mas ainda acreditava que o financiamento por pessoas físicas poderia ocupar a lacuna deixada pelo financiamento por pessoas jurídicas, entretanto fui buscar na Lei 9504/1997 o fundamento para o financiamento por pessoas físicas; segue o Art 23 que versa sobre o tema:

Ar…

Pesquisa direcionada OAB/Ibope

A OAB nacional contratou pesquisa do Instituto Ibope para avaliar opinião da população sobre a Reforma Política. Conseguiu um feito. Direcionar as perguntas de modo a obter respostas favoráveis às ideias antidemocráticas que o partido dos trabalhadores tenta impor à população brasileira, a pesquisa trás como resultados, surpreendentemente, que a 85%  população é contra o financiamento privado de campanhas. Entretanto a forma como foi feita a pergunta gera um viés para a resposta “sim”, dando uma enfase as palavras “partido, campanhas e empresas privadas” direcionando o entendimento de que nessa articulação há algo anômalo extraordinário, até imoral. Questiono, e se a pergunta para avaliar o financiamento público de campanhas tivesse sido feito da seguinte forma:  deveria ser permitido dinheiro público em campanhas políticas? Ou, as pessoas podem ser livres para doar dinheiro para seus candidatos de preferência? Aqui certamente teriamos um resultado diferente. Outro questionamento da …